Exemplos e Dicas para Carta de Apresentação

Exemplos e Dicas para Carta de Apresentação

Nesse período de crise, você está buscando meios de se destacar durante os processos seletivos?  Há detalhes que fazem toda a diferença ao enviar o seu CV para empresa, uma boa apresentação, por exemplo. A carta de apresentação tem a função, apresentar o seu perfil de forma eficaz ao empregador, trazendo os seus dados profissionais e acadêmicos. Além de trabalhar o seu marketing pessoal você também aumenta as chances do empregador ver o que há de melhor no seu currículo.

Exemplo de carta de apresentação para estágio sem experiência:

Prezados Senhor (a)
Sou estudante de Jornalismo, 3º semestre, na instituição de ensino Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU), possuo nível intermediário em inglês e espanhol e atualmente desenvolvo trabalho voluntário na ONG TETO.

Acredito que apresento as qualificações solicitadas para participar do programa de estágio de sua empresa e estou à disposição para uma entrevista, podendo assim detalhar melhor o meu perfil profissional.

Atenciosamente,
Fulano de Tal
[email protected] | 11- 2222-3333

Observações:
Para o candidato com perfil de estágio sem experiência ou em busca do primeiro emprego é importante incluir o seu grau de formação. No caso de ensino superior indique o seu semestre, pois existem oportunidades de estágios específicas para determinados períodos.

Como não possui experiências profissionais, inclua os diferenciais do seu perfil como proficiência em idiomas, intercâmbio realizado, trabalho voluntário, projeto pessoal ou acadêmico bem-sucedido. Isso faz toda diferença durante a análise do recrutador.

Exemplos e Dicas para Carta de Apresentação

Se tiver experiências profissionais, indique o seu último cargo, o nome da empresa, tempo de experiência e se obteve algum destaque como promoções, resultados alcançados, premiações, projetos de melhorias e etc.

Exemplo de carta de apresentação profissional:

Sou pós-graduado em Marketing Digital na instituição Presbiteriana Mackenzie e possuo nível avançado em inglês e intermediário em espanhol. Atuo na área de Publicidade e Propaganda há oito anos, minha última experiência foi como Coordenador de Criação e Arte na Agência Dex, durante três anos. Anteriormente trabalhei como Analista de Marketing Sênior na Agência KL, durante dois anos e meio. Acredito que apresento os requisitos necessários à vaga, estou à disposição para uma entrevista e assim detalhar todas as minhas qualificações.

Atenciosamente,
Fulano de Tal

[email protected] | 11- 2222-3333

Dicas para Fazer sua Carta de Apresentação

  • A carta de apresentação não deve ter mais de 3 ou 4 parágrafos e deve estar escrita no papel papel-carta de boa qualidade ou em formato A4, em caso de necessidade de entregar o texto traduzido si mesmo.
  • A primeira impressão é sempre a que está. Por isso, preste especial atenção ao vocabulário e prefere manter um tom formal no texto.
  • Antes de enviar a carta, isto é, várias vezes para evitar erros gramaticais e certifique-se de que a informação é colocada em uma ordem lógica.
  • Ao contrário do currículo, que não deve ser assinado, a sua carta deve ter sua assinatura no final, vale a pena deixar este espaço, o seu número de telefone de contato.
  • Escrever a carta com características profissionais e pessoais que façam com que o leitor o considere para a posição pretendida.
  • Indique sempre o nome e o cargo da pessoa-ou o departamento-para quem você vai enviar a carta. Se não sabe esta informação, não há problema, você pode iniciar o texto com “Recrutador caro”.
  • Não se esqueça de introduzir o nome da empresa (certifique-se de que esteja correto). Isso mostra que você sabe com quem está falando.
  • Não são mencionados aspectos negativos ou não relacionados.
  • Não reproduzir o seu curriculum vitae
  • Sua carta de apresentação deve ser um custo adicional ao currículo, e não uma cópia. Aqui você pode mostrar sua personalidade e dar exemplos de sua própria experiência, que se relacionam com a função.
  • Escreve de forma simples e clara
  • Vá direto ao assunto e escreva temas curtos e bem dirigidos. O documento deve ter uma página ou menos. Cada parágrafo não deve conter mais de três ou quatro frases.
  • Personalizar a carta de apresentação
  • Se possível, tente ao empreiteiro. Se necessário, fazer pesquisas on-line ou até mesmo um telefonema para descobrir o nome do recrutador.
  • Enviar por e-mail
  • Mantenha o conteúdo no corpo do e-mail. Não enviar como anexo, a menos que você solicite expressamente no anúncio.
  • Revisão caligrafia
  • Primeiro, faça uma revisão e leia o que escreveu. Em seguida, peça a outra pessoa que leia antes de enviar a companhia.
  • Salvar exemplos
  • Mantenha sempre cópias das cartas que enviou para saber o que ele mandou e para qual empresa.

Observações:

Inclui apenas o seu último treino acadêmico, já que esta é uma apresentação para o recrutador, o importante é incluir os dados mais recentes. Quanto à sua experiência profissional, é interessante para você apresentar seus conhecimentos de uma forma simples e objetiva, em seguida, incluir as duas últimas experiências profissionais com o cargo, nome da empresa e o período de experiência. Você tem informações adicionais de interesse, como troca, promoções, resultados, projetos pessoais? O relatório! Isso fará toda a diferença.

Vagas de Trabalho para Arquitetos

Trabalho para Arquitetos

Para os que falam que um arquiteto e urbanista gasta sua vida só desenhando planos estão errados. O mercado de trabalho da arquitetura é muito amplo e o que se aventura nesta área terá diversas opções para se especializar. As oportunidades e vagas de trabalho são imensas, já que o profissional da arquitetura pode também funcionar como freelance, além por atuar nas áreas de urbanismo, meio ambiente, habitação social, reformas, arquitetura dos interiores, topografia, instalações, bem-estar ambiental, assessoria, consultoria, consultoria, ensino, pesquisa e extensão.

Como está o mercado para quem quer trabalhar com Arquitetura

O profissional diplomado no ramo de Arquitetura é capaz de projetar e coordenar construções e reformas de ambientes interiores e exteriores.

Decide quais materiais serão usados na obra e faz de pacto com a planta, tendo sempre em conta a disposição dos objetos, a qual fara a funcionalidade da residência e a sua própria luminosidade.

Trabalho para Arquitetos

O arquiteto, na maioria das vezes, trabalha em participação com o engenheiro civil, acompanhando a construção, a administração e os valores da obra.

Além disso projeta e cria espaços urbanos para melhorar a qualidade de vida das pessoas que ali habitam.

Foi o profissional de extrema importância para o desenvolvimento da racionalização das cidades.

Cresce a cada por dia mais no pais este número de vagas de trabalho para profissionais formados em arquitetura.

Além disso, o departamento público tem aumentado a demanda por arquitetos. Nas regiões sul e sudeste empregam o maior número de abertas para esses profissionais.

Veja as novidades dessa profissão

Uma das melhores novidades do século, Arquitetura Verdejante que usa apenas matérias primas recicladas e alternativas. E sempre terá muitas vagas de trabalho para arquitetos nessa ramo.

A construção sustentável vem se tornando a preferência das pessoas, isso faz com que esse tipo de projeto possa ser bastante apreciado.

Estes arquitetos que escolhem por trabalhar nesta linha arriscam por uma demanda tende aumentar cada vez mais.

Quem nunca ouviu falar da construção sustentável e estes projetos que respeitem o meio ambiente? Para os especialistas, o mercado de trabalho está em crescimento.

A Psicologia Ambiental tem se tornado algo comum na arquitetura. Está profissão analisa este comportamento humano em determinados ambientes, fazendo checagens entre as semelhanças dos vizinhos com o ambiente.

A muitos anos, os arquitetos e urbanistas têm desenvolvido a habilidade de conhecer não apenas o projeto, mas igualmente as pessoas que viverá ou comparecerá a esses ambientes.

Constrói um local de que, e bonito, moderno e acolhedor, certamente o resultado será excelente.

Mercado de trabalho para arquitetos iniciantes

Embora o arquiteto recém-formado aprendeu várias habilidades e até mesmo as desenvolveu de maneira prática no curso, só a experiência permite-lhes desenvolver-se ao máximo.

Este primeiro passo para conseguir uma vagas de trabalho na área de arquitetura é o mesmo de todos, enviando currículo para escritórios, de preferência como aprendiz.

Quando o país vai bem e tem um avanço econômico, uma de áreas que oferece este maior aquecimento é a construção civil, tendo diversas oportunidades para os profissionais da área, quer sejam recém-formados, profissionais de carreira, veteranos, autônomos ou empresários.

Mas pelo momento atual não é especialmente exatamente de avanço econômico no Brasil, o que faz com que eles entrem no mercado por trabalho de arquitetura.

Potencialize suas carreiras, sendo mais frequentemente criativo e aberto às várias escolhas que a profissão lhe oferecer se desejar progredir.

Resumindo, é de enorme importância estudar muito no início da carreira usando as atividades fundamentais da profissão, tais como o projeto de trabalhos, há toda uma série de atividades que expandem o nicho de produção dos arquitetos e de que devem emanar, também, em o seu desenvolvimento profissional.

Gestão de Obras

Não é visto que o plano não foi feito ou projetado por um arquiteto, que ele não pode gerenciar a obra. E, talvez, com 1 aspecto mais artístico que outros funcionários destinados a esta atividade, como engenheiros e até mesmo diretores de empresas.

Se uma obra pode ser adequada para a dedicação, as amplas companhias são sobretudo promissoras já que imensas vezes contém atividades e funções integradas, em que a visão do arquiteto têm a possibilidade de colaborar muito mais na excelência ao resultado final.

A administração de escritórios da arquitetura foi uma que pode ser efetuada por um arquiteto, em apoio a seus companheiros de trabalho de que se reúnem na execução por obras e projetos, o visitante pode criar uma sinergia que só trará ainda mais rendimento para a companhia e benefícios para todos.

Arquitetura Verde: Cada vez mais pedida

Colocamos esta alternativa de atividade pelo mercado de trabalho para a arquitetura no exatamente tema, porque há um simpático ligação entre elas.

Para além do viés de utilidade pública, a sustentabilidade destes ambientes urbanos não pode vir a ser avaliada do estilo isolada, o urbanista e paisagista trabalham juntos para que o solo e o ambiente proporcionado apresentem maior funcionalidade e capacidade de vida aceitável aos seus usuários.

Usando esta mesma finalidade, a arquitetura possui comprovado ser uma forma não só de provocar menos conflito ao meio ambiente, mas um aproveitador por materiais reutilizáveis, desenvolvendo um tripé com as outras áreas que, é especialmente 1 importante diferencial para a criação de projetos arquiteturas de condições mais elevadas.